Governo proíbe sorteios nas mídias sociais

Sobre sorteios virtuais

 

Se você tem usado algum mecanismo de sorteio digital a fim de aumentar o engajamento de suas páginas sociais, fique atento a esta notícia recente.

Não será mais permitido desenvolver ações que envolvam sorteios, entrega de brindes, produtos e serviços.

O Ministério da Fazenda, anunciou nesta quinta-feira, a proibição de concursos culturais de empresas por meio das redes sociais.

Ao que parece, a maioria das empresas desconhece a lei que parametriza essa situação. Sim, a realização de sorteios deve ocorrer mediante autorização antecipada da Caixa Econômica Federal ou Secretaria de Acompanhamento Econômico.

Algumas empresas “maquiavam” as ações com o nome de “Concurso Cultural”, pois a lei brasileira sempre permitiu que este tipo de concurso ocorresse sem a autorização legal. Mas devido a muitas distorções, o conceito foi revisto.

Na opinião de Luís Felipe Cota, diretor de marketing da agência Goomark, as mudanças serão responsáveis para dar fim à lógica de trocar o engajamento dos usuários nas redes sociais por premiações. “A mudança pegou muita gente de surpresa, muitas agências já estavam com as ações dos Dias dos Pais prontas para serem ativadas e agora vão ter que correr para se adequar a essas mudanças”, afirmou.

A punição para o descumprimento das novas regras varia de uma multa de 100% em relação ao valor dos prêmios até a proibição de realizar novas ações desse tipo por um período de até dois anos.

*** Extraído da revista INFO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.